Ciência / Tecnologia: Modelo apresenta vestido criado em impressora 3D nos EUA

Modelo apresenta vestido criado em impressora 3D nos EUA


A atriz e modelo norte-americana Dita Von Teese apresentou nos Estados Unidos um vestido criado por uma impressora 3D. A criação do designer Michael Schmidt e do arquiteto Francis Bitonti foi feita especificamente para as medidas do corpo da modelo usando um material baseado em nylon.

A escolha do material, segundo eles, permitiu desenvolver um vestido flexível, ao mesmo tempo em que apresenta formas e desenhos únicos, deixando ainda espaços vazios para mostrar o corpo de Dita Von Teese. Schmidt é conhecido por criar alguns dos vestidos mais curiosos da cantora Lady Gaga.

O vestido foi criado inteiramente no computador. Schmidt desenhou a peça em seu iPad e, por meio do Skype, conversou com Bitoni, que criou 17 peças únicas com 3 mil pontos de junção - que garantem movimento à roupa - que formaram o vestido. Entretanto, a impressão é que o vestido é uma peça única.

Após criar a peça virtualmente, o próximo passo foi levar tudo para uma impressora 3D e, depois de impresso, adicionar 13 mil cristais Swarovski na cor preta para enfeitar o vestido.
As impressoras 3D usam fios de plástico que são carregados por um tubo quente que esquenta o material até deixá-lo bem fino. Os objetos 3D são desenhados camada por camada por esse fio quase líquido.

De acordo com os criadores do vestido, o desafio foi tornar maleável um material que, em tese, não é. Em entrevista ao site "Mashable", eles disseram que tiveram que "quebrar" a roupa em diversas peças, uni-las e ainda criar algo sensual. O efeito criado é que o vestido parece mudar de formato quando quem o utiliza se movimenta. O material é leve, com o vestido pesando cerca de 2 quilos.

Agora, o vestido será apresentado em museus e em lojas Swarovski. Segundo Schmidt, nenhuma outra mulher além de Dita poderá usar o vestido.

Fonte: G1
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página