Ciência / Tecnologia: Facebook lança app que dá acesso gratuito a serviços básicos na Zâmbia

Facebook lança app que dá acesso gratuito a serviços básicos na Zâmbia



O Facebook lançou na Zâmbia o aplicativo da Internet.org, iniciativa da rede social para expandir o acesso à internet pelo mundo, nesta quinta-feira (31). O app dá aos clientes da operadora Airtel acesso gratuito a serviços básicos na internet, como a pesquisa do Google, busca de empregos, leitura de artigos da Wikipedia e, claro, ao próprio Facebook.

A rede social pretende levar a iniciativa a outro países do mundo. “O app Internet.org será disponibilizado primeiro aos assinantes da Airtel na Zâmbia e nós continuaremos a implementar a experiência e a liberá-lo para outras partes do mundo”, afirmou Guy Rosen, diretor de produto do Facebook, em post no blog da empresa.

Segundo Rosen, 85% da população mundial vive em áreas cobertas por sinal de celular, mas um terço das pessoas é internauta. Por isso, a primeira iniciativa para valer da Internet.org é voltada a celulares.

A iniciativa foi lançada pelo Facebook em agosto de 2013 com o propósito de conectar 5,4 bilhões de pessoas em todo o mundo que ainda não possuem acesso. A organização possui parceiros como Samsung, Nokia e Qualcomm.

Para o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, a iniciativa tem o potencial de ampliar o número de pessoas que se conectam à rede.

“Apenas 15% das pessoas na Zâmbia tem acesso à internet. Em breve, todo serão capazes de usar a internet de graça para encontrar empregos, buscar sobre saúde reprodutiva e outros aspectos de saúde, e usar ferramentas como o Facebook para se manter conectada com as pessoas a quem amam”, escreveu o executivo em seu perfil na rede social.

Os serviços que poderão ser acessados gratuitamente pelos zâmbios são: AccuWeather (condições metereológicas), Airtel (operadora de telefonia), eZeLibrary (informação sobre leis da Zâmbia), Facebook, Facts for Life (informações para mães e pais sobre recém nascidos), Google Search, Go Zambia Jobs e Kokolito (serviços de empregos), Mobile Alliance for Maternal Action (orientação para mães), Messenger, Wikipedia, Women’s Right App (orientação para mulheres) e Zambia uReport (prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e orientação de saúde).

Fonte: G1
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página