CIÊNCIA / TECNOLOGIA

Campus Party, feira de tecnologia, deve reunir 100 mil pessoas em SP



Quem é ligado em tecnologia e cultura digital está de olho na Campus Party, um dos maiores eventos do setor no país, que acontece em São Paulo.
Cem mil pessoas devem passar pela feira até domingo (8), gente que vêm de todo o Brasil.

Eles chegam com a bagagem carregada, loucos para ligar os computadores, mas antes, têm que passar pelo raio X. Armas, drogas e bebidas não entram, ferramentas pequenas, pode.

A oitava edição da Campus Party começou para os 8 mil campuseiros. Os aficionados por computadores pagaram até R$ 300 para ter direito a dormir em barraca, tomar banho e participar de todas as atividades e palestras sobre tecnologia.
“A gente respira tecnologia, aproveita para fazer networking com a galera e conhece todo mundo da área”, diz o empresário Carlos Oliveira Jr.

Quem não fica hospedado, não paga e tem acesso à parte das atividades, mas antes é preciso preencher um cadastro, que pode ser feito também pela internet. Clique aqui e acesse o formulário direto.

Somadas, as atividades vão ocupar 600 horas do tempo dessa turma. Cansa, mas às 11h da noite, quando as palestras acabam, todo mundo vai comer alguma coisa, escovar os dentes e dormir cedo porque no outro dia tem mais.

Ou será que não é bem assim? Muitos dizem que não. Eles aproveitam para jogar, matar o tempo livre na internet, atualizar as redes sociais e muito mais.
A repórter Paula Akemi topou o desafio, acampou com o pessoal e conta o que eles fazem durante a madrugada.

Fonte: G1
Foto: Reprodução TV Globo

Postagens mais visitadas