CIÊNCIA / TECNOLOGIA

China abre 1º laboratório de alta biossegurança para pesquisar ebola



A China inaugurou seu primeiro Laboratório Nacional de Biossegurança dedicado à pesquisa de doenças altamente contagiosas e no qual se estudará o vírus do ebola vivo, informou nesta segunda-feira (2) o diário oficial 'China Daily'.

Este centro, situado na capital da província central de Hubei, Wuhan, é o primeiro aberto no país asiático com um nível 4, que representa os padrões mais altos de biossegurança, e foi construído com ajuda francesa.

Embora dez institutos de pesquisa chineses já tenham participado de estudos sobre o ebola, em particular sobre técnicas de diagnóstico e desenvolvimento de vacinas, esta instalação é pioneira ao permitir que se trabalhe com vírus, como o do ebola, vivos.

"O laboratório preenche um vazio, proporciona as condições para a pesquisa do vírus do ebola e traz nossa luta contra o vírus da África para os laboratórios nacionais", disse o ministro da Comissão Nacional de Saúde e Planejamento Familiar, Li Bin, em declarações publicadas pelo 'China Daily'.

O diretor do novo centro de Wuhan, Iuane Zhiming, explicou que sem um laboratório de nível 4 de biossegurança "não há chance de fazer experimentos com vírus vivos ou testar os vírus em animais".

Até agora, a pesquisa realizada na China sobre o ebola se baseava em genes ou proteínas do vírus, acrescentou Iuane.

Fonte: G1
Foto: Divulgação

Postagens mais visitadas