Ciência / Tecnologia: Windows 10 deve perder função que compartilha 'chave' do Wi-Fi

Windows 10 deve perder função que compartilha 'chave' do Wi-Fi


A Microsoft está alterando o "Sensor de Wi-Fi" do Windows 10 para somente detectar redes sem fio públicas, retirando do recurso a possibilidade de baixar chaves de acesso para redes Wi-Fi compartilhadas. O anúncio foi publicado na semana passada no blog oficial do Windows em uma postagem que detalha as novidades de um novo "Insider Preview", que são as versões de testes do Windows 10.

Segundo a publicação assinada por Gabe Aul, vice-presidente da equipe de engenharia de sistemas, o recurso foi removido por conta do trabalho necessário para atualizar o código e mantê-lo funcionando diante da baixa demanda do serviço por parte dos usuários.

A ideia do "Sensor de Wi-Fi" era facilitar a conexão a redes sem fio utilizadas pelos contatos. Todas as redes não empresariais poderiam ser compartilhadas e então usadas para acesso à internet como se fossem redes públicas, sem precisar digitar uma senha. O "Sensor de Wi-Fi" poderia baixar uma chave de acesso do servidor da Microsoft automaticamente ao detectar que a rede foi compartilhada por um contato.

A chave não é a senha, mas viabiliza o acesso da mesma maneira que ela. O sistema, porém, impõe restrições em conexões iniciadas pelo Sensor.

O "Sensor de Wi-Fi" causou polêmica no lançamento do Windows 10, já que, por meio dele, qualquer computador com Windows 10 ou telefone com Windows Phone 8 pode "vazar" chaves de acesso para redes Wi-Fi compartilhadas e a única maneira para o dono de uma rede evitar o vazamento da chave é mudando o nome da rede. Também não é possível definir com quem uma rede é compartilhada: só é possível compartilhar com todos os contatos ou com ninguém.

A Microsoft defendeu o recurso, afirmando que ele não compartilha a senha das redes e sim apenas uma chave de acesso. Além disso, o dispositivo conectado pelo Sensor Wi-Fi bloqueia conexões a dispositivos internos da rede, de tal modo que não há risco para impressoras ou arquivos compartilhados.

Considerando a revelação de que o recurso teve pouca utilização apesar de ser ativado por padrão no Windows 10, a argumentação da Microsoft aparentemente não convenceu.

A "atualização de aniversário" do Windows 10 atualmente em fase de testes, que provavelmente trará esta mudança, deve ser lançada em julho.

Fonte: G1/Altieres Rohr
Foto: Reprodução
Página anterior Próxima página