Ciência / Tecnologia: Anonymous diz que roubou dados de sites do governo e da prefeitura do RJ

Anonymous diz que roubou dados de sites do governo e da prefeitura do RJ



O grupo de hackers Anonymous disse nesta terça-feira (9) que invadiu e roubou dados de seis sites do governo e da prefeitura do Rio em protesto contra a realização da Olimpíada.

O Anonymous afirma ter tirado as páginas do ar, mas não é possível assegurar se isso é decorrência direta da ação do grupo. O governo e a prefeitura do Rio ainda não se pronunciaram sobre a invasão.

Além disso, um dos sites listados, do Comitê Paralímpico Brasileiro (gestaorecursos.cpb.org.br/), está abrindo normalmente, ao contrário do que afirmam os hackers.

Os demais sites mencionados são: Ouvidoria da Polícia do Governo do Estado do Rio de Janeiro (ouvidoriadapolicia.rj.gov.br); Portal Geo (portalgeo.rio.rj.gov.br), Instituto de Segurança Pública (isp.rj.gov.br), Companhia Municial de Limpeza Urbana (comlurbnet.rio.rj.gov.br) e Programa Internet Comunitária (internetcomunitaria.rj.gov.br).

Na mensagem em que comenta a ação, o Anonymous afirma: "Olá, Rio de Janeiro. Sabemos que muitos já compreenderam o quão prejudicial foi (e continua sendo) a realização dos Jogos Olímpicos na cidade". Outro trecho diz: "daremos continuidade às nossas operações".

Os hackers colocaram nomes de supostos bancos de dados e trechos de informações armazenadas para demonstrar que o ataque teria resultado em uma invasão bem-sucedida aos sistemas internos dos sites.

Com esse acesso, é possível que os invasores tenham apagado dados ou danificado o sistema, tirando os sites do ar. Mas não há como confirmar se as informações divulgadas são verdadeiras.

Sites são normalmente derrubados através de ataques de negação de serviço. Os hackers sobrecarregam a página com solicitações falsas com o objetivo de esgotar recursos, o que impede totalmente o acesso ao site, mas não compromete informações.

No caso de alguns dos sites listados pelo Anonymous, as páginas estão com mensagens de erro. Isso é indício de alguma ação maior dos invasores que não poderia ser realizada com um ataque de negação de serviço comum, mas só com uma invasão aos dados. Isso corrobora com a alegação dos hackers de roubo de dados.

No entanto, podem ser apenas mensagens colocadas pelos administradores das páginas enquanto investigam e consertam algum problema técnico.

Fonte: G1
Foto: A/D
Página anterior Próxima página